quarta-feira, novembro 05, 2008

Congratulations, Mr. President!


Não é nenhum salvador dos EUA ou do Mundo.
Não vai fazer tudo, nem tudo num dia.
Não devemos embarcar em "Obamanias",

Mas que hoje é um dia histórico na luta da população negra pela igualdade de direitos, isso é.
Não se trata do fim do racismo ou da xenofobia, mas que os "States" e o mundo ficaram um pouco menos racistas, isso é verdade. Mesmo que à custa da concentração de votos anti-Bush e de uma conjuntura económica e social muito favorável. Contudo, repetidas estas condições, recuando umas décadas, a eleição de Obama seria impossível.

Apesar de tudo isto, não me parece que o novo Presidente tenha assim tanto espaço de manobra para operar a "change we can believe". Desde logo, "change" assusta e cria resistência(s), e "believe" depende muito da forma como o mundo souber (ou não) refundar o sistema económico-financeiro. Ao menos, foi bom para o dólar e para os quenianos, que ganharam um dia feriado...

5 comentários:

Thumbelina disse...

Proponho para aprovação por este blog um "Bill" no sentido de que se publique, com periodicidade no mínimo semanal, uma foto do Obama.

judas disse...

Será que este também caça "armadillos"?
Pode ser que pelo menos agora comece a morrer menos gente em certas partes do globo... Já seria uma grande vitória

Hugo disse...

Fiz um post sobre o tema como todos os milhões de blogs
http://o4uarto.blogspot.com/


De qualquer forma discordo da visão maniqueísta...

Gosto de acreditar que não tenha apenas melhorado o paramentro racismo, mas que todo um paradigma político tenha sido alterado para pessoas capazes e inspiradoras...

judas disse...

Eu não fiz post, já basta o feriado nacional no Quénia. Estou extremamente contente com a vitória dele, claro!
Não espero é nada de outro mundo. Por toda a boa vontade que ele tenha, e do seu séquito (acredito que haja, que ele seja um homem bom), não deixa de haver um movimento maciço de fundos e de lobbies que vão bloquear a grossa maioria das medidas realmente boas que ele possa querer tomar. Espero estar enganado.

rtp disse...

Foi um grande momento, sem dúvida!
E, ainda que a mudança possa vir a ficar aquém do esperado, vale pelo encerrar de um capítulo menos interessante da história americana e pelo insuflar de um precioso capital de esperança tão necessário nos tempos conturbados que vivemos!