quarta-feira, janeiro 26, 2011

Modernices


Não me consigo deleitar com a música contemporânea para órgão que ouvi no passado dia 21 de Janeiro, na Igreja da Lapa. Jean Guillou, de quase 81 anos é mundialmente conhecido e, provavelmente, o melhor executante vivo de órgão. É admirável assistir à sua arte, ainda por cima em tão vetusta idade. O pior são as suas composições... Não consigo gostar. Lamento. Sei que não deve ser muito "intelectual", mas é o que temos...

4 comentários:

Carla* disse...

Não se pode gostar de tudo! ;) Mas como (ex-)pianista gostava bastante de assistir a um destes concertos de órgão de tubos.

rtp disse...

Meu amigo FL, e então aquela tua regra de que a boa música tem que ter pelo menos 100 anos? ;-)

filipelamas disse...

Carla: é o festival de órgaos de tubos no Porto. Esteja atenta à programacao. Há muita coisa interessante.
RTP: Pois, a música de que falo era bem mais recente... daí a desilusao...:)

Carla* disse...

Eu sei, já vi os cartazes pelas carruagens do metro, mas pensei que até já tivesse acabado...