segunda-feira, novembro 10, 2008

O Sonho



Pelo sonho é que vamos,
Comovidos e mudos.
Chegamos? Não chegamos?
Haja ou não haja frutos,
Pelo sonho é que vamos!

Basta a fé no que temos,
Basta a esperança naquilo
Que talvez não teremos
Basta que a alma demos,
Com a mesma alegria,
Ao que desconhecemos
E ao que é do dia-a-dia.

Chegamos? Não chegamos?

- Partimos. Vamos. Somos.

Sebastião da Gama, Pelo Sonho é que Vamos.

2 comentários:

rtp disse...

Belíssimo Poema sobre a imporância e o poder de sonhar!

@zulebranco disse...

....Eles não sabem nem sonham
Que o sonho comanda a vida
E que sempre que o homem sonha
O mundo pula e avança
Como bola colorida
Entre as mãos duma criança.

.....nesta chegada ou partida, não sei só sei que o Poeta Filipe está de volta.
Abraço