domingo, fevereiro 20, 2011

Indomável


"True Grit - Indomável"

Contra as minhas expectativas (e, talvez, também por isso), gostei muito de “Indomável”. O facto de ser um western não augurava um filme que apreciasse. Mas surpreendeu-me muito positivamente!
Não sei se está ao nível de outras obras de Cohen (nem tal me interessa, para ser sincera), mas parece-me um filme muito bom. Aliás, se tivesse que escolher um dos nomeados para melhor filme (e tendo visto, para além dele, “A rede social”, “O Discurso do Rei” e “O Cisne Negro”), entregaria o Óscar a “Indomável”.
E, com grande pena, as minhas certezas quanto ao merecimento da atribuição da estatueta ao Colin Firth, pela sua brilhante actuação em “O Discurso do Rei”, ficaram abaladas com a interpretação de Jeff Bridges. E isto, apesar daquele ser um dos meus actores de eleição (que pena não ter recebido o Óscar por “Um homem singular”!), e o último não ser da minha predilecção...

8 comentários:

filipelamas disse...

Pelos vistos, a não perder. O meu irmão já me tinha falado do filme, também em tom elogioso.

Neuroticon disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Inês Guedes disse...

Acabei de ver o filme e fiquei assim também, surpreendida com True Gift. E concordo com a constatação de que a crença em Colin Firth para Oscar de melhor actor tenha ficado abalada com Jeff Bridges. Fabuloso.

hm disse...

O Jeff Bridges já ganhou o ano passado...

rtp disse...

Pois, é verdade, hm! :-)
Não é provável que ganhe, não!
As previsões que tenho lido apontam para que seja o Colin Firth a ganhar. Como prognóstico alternativo aparece o de ser o Bardem a vencer pelo seu papel em Biutiful.
Por isso, não pondo em causa que C. Firth venha a ser o vencedor, escolhi uma formulação rebuscada e falei em merecimento dessa previsível vitória (e um merecimento muito discutível por se basear no meu gosto e por a minha opinião se ter formado sem ter visto as interpretações de todos os nomeados, faltando desde logo a do Bardem)

hm disse...

Não contestava a previsão (isto dos óscares, nunca se sabe...) mas a minha vontade.Ainda não vi o Indomável mas "quero" que ganhe o C.Firth. Depois dos 40 deu-me para ter "crushes" por actores de cinema...

Inês Guedes disse...

* Erro do meu comentario: true grit em vez de true gift.
O Bardem está muito bem em Biutiful e é claro um forte candidato. Mas há que contar com o Eisenberg por causa do lobby do facebook! Acho que este ano vão haver surpresas :)

filipelamas disse...

Vi e gostei. Um "western" diferente.