sábado, novembro 21, 2009

Irmãos Bloom

"There's no such thing as an unwritten life. Just a badly-written one."
Quase 120 minutos de uma louca sucessão de golpes, na curiosa procura da perfeição na … vigarice. Uma busca que se assemelha desconcertantemente à demanda da felicidade, já que o golpe perfeito é precisamente aquele em que todos alcançam aquilo que desejam.
Humor bem doseado e servido por um elenco de excepção (Rachel Weisz, Adrien Brody, e, claro, Mark Ruffalo), num enredo assente na delicada linha que separa a verdade da falsidade. Uma linha que raramente aparece bem definida. Apenas se entrevê na tonalidade enigmática que macula os punhos de uma camisa branca.

5 comentários:

du disse...

Não conheço este, é recente? (estou preguiçoso para pesquisar) =)
Isto do exílio tem que se lhe diga...

filipelamas disse...

Sempre atenta e num corropio cultural, a nossa rtp:))

Fiquei curioso quanto ao filme!
Du: espero que esteja a ser um "golden exile":)
Warm regards!

Pipette disse...

'...e, claro, Mark Ruffalo'. Pois :)

rtp disse...

Pois, Pipette!
O talentoso Mr. Ruffalo é um actor de excepção com uma dentição perfeita. :-)

filipelamas disse...

Vi ontem e gostei muito! O resumo que fazes é muito fiel ao enredo.
Recomendo!