quinta-feira, junho 04, 2009

O colchão, o dinheiro e o incómodo - Ecos do Dia (IV)


Presidente da República nega ter escondido carteira de acções
Cavaco Silva revela que "boa parte" das suas poupanças "estão desaparecidas"
03.06.2009 - 19h14 Lusa, PÚBLICO
O Presidente da República, Cavaco Silva, revelou hoje aos jornalistas que está a perder muito dinheiro com as poupanças que tem nos bancos e que parte delas “estão desaparecidas”.

“Eu e a minha mulher, antes de eu estar nesta posição, quando éramos apenas professores, não tínhamos as nossas poupanças debaixo do colchão, nem tão pouco no estrangeiro. E agora também não. Entregámos as nossas poupanças a quatro bancos, incluindo o BPN, para eles gerirem as nossas poupanças. Esperávamos que eles gerissem as poupanças bem, que conseguissem um bom rendimento. Infelizmente estamos a perder muito, muito dinheiro. Boa parte das nossas poupanças estão desaparecidas”, afirmou o chefe de Estado citado pela TVI

3 comentários:

Daniela Ramalho disse...

eu também gostava de ter muitas poupanças, ao pouco de algumas andarem "desaparecidas". :)

Duarte Canotilho disse...

Oooops...
Elas nao andam desaparecidas. Andam esquecidas....
E é um facto medico confirmado que o actual presidente tem alzimer. :)

Andre Gualter de Vasconcellos disse...

http://www.ocharutoaceso.blogspot.com/