quinta-feira, janeiro 08, 2009

Do meu e-mail


O Presidente de certa empresa, casado há 25 anos, está com uma grande dúvida:
fazer amor com a própria mulher, depois de tanto tempo de casamento,
é trabalho ou prazer?
Na dúvida, ligou ao Director-Geral e perguntou.
Por sua vez, o Director ligou ao Sub-Director e fez a mesma pergunta.
O Sub-Director ligou ao Gerente e fez a mesma pergunta.
E assim se seguiu a corrente de ligações até que a pergunta
chegou ao Sector Jurídico e o Advogado perguntou, como é normal, ao
Estagiário que estava todo atarefado a fazer mil coisas ao mesmo tempo:
- Rapaz, quando o Presidente da Empresa faz amor com a mulher
dele é trabalho ou prazer?
- É prazer, Doutor ! - respondeu prontamente o estagiário.
- Como é que você pode responder a isso com tanta segurança e
rapidez??
-... se fosse trabalho, já me tinham mandado a mim!

3 comentários:

Baudolino disse...

Misturar prazer com trabalho dá isto... A mim, são os estagiários quem me põe a trabalhar... ainda hoje... bem, fica para outro dia...

Anónimo disse...

Não sendo eu estagiária, afirmo indubitavelmente que este post espelha exactamente a realidade. Os estagiários em escritorios de advogados hoje em dia são escravizados e explorados.

Anónimo disse...

E os estagiários judeus então nem se fala... :)